Rotinas de DP

Você sabe o que é o salário emocional?

Employer RH
Escrito por Employer RH

Sentimento de pertencimento, carreira baseada na meritocracia, política de benefícios e ambiente de trabalho amistoso. Estes são alguns dos elementos que compõem o salário emocional dos seus empregados. Neste artigo a Employer traz alguns pontos importantes para você entender como este conceito funciona no dia a dia.

Para fins de contrato, emissão de holerite, comprovação de renda e outras atividades burocráticas, o salário faz parte da remuneração paga aos empregados todos os meses. Mas há outro conceito que os profissionais de RH precisam compreender: o salário emocional. É uma soma de elementos, palpáveis e não palpáveis, que transmitem a sensação de reconhecimento, crescimento, entre outros. A Employer explica mais neste artigo. Aproveite!

O que é o salário emocional?

É um conceito diretamente atrelado aos sentimentos dos trabalhadores em relação ao emprego, que vai além da remuneração mensal. Em linhas gerais, é como cada trabalhador se sente quando observa seu ambiente de trabalho, sua relação com colegas, o reconhecimento de seus superiores e benefícios que não são representados apenas pelo dinheiro.

Na prática, o salário emocional contribui para manter no quadro de colaboradores aqueles que são mais dedicados, que “vestem a camisa” e que querem crescer junto com a empresa. A área de Gestão de Pessoas tem papel fundamental na hora de compor o salário emocional. Promover um ambiente de trabalho agradável, estimular o desenvolvimento do capital humano e valorizar carreiras são algumas das suas tarefas! Entenda melhor sobre cada uma delas.

Ambiente de trabalho

“Recebi uma proposta financeira melhor, mas gostaria de permanecer na empresa porque gosto muito daqui”. Quando você ouve esta frase de um trabalhador, é possível entender um pouco melhor o que é o salário emocional. A busca por uma nova oportunidade de trabalho passa por um conjunto mais amplo de fatores – e identificar que a empresa é um bom lugar para se trabalhar faz com que muitos empregados recusem propostas financeiras tentadoras.

Já que uma das tarefas do RH é trabalhar na promoção de um ambiente de trabalho saudável – física e emocionalmente – invista na continuidade desta tarefa sempre. Pessoas que trabalham felizes são mais felizes, inclusive com a remuneração que recebem.

Oportunidades de crescimento

A rotina de feedbacks é importante para o RH também quando se fala em salário emocional. Manter o diálogo com os empregados, avaliar o desempenho periodicamente e abrir novos caminhos dentro da própria empresa são fatores bastante valorizados pelos trabalhadores. Eles ajudam a compor a satisfação com o trabalho, com a empresa e com as oportunidades que o empregado vislumbra para o futuro.

Para garantir que isso esteja contemplado no salário emocional dos seus empregados, lembre-se de manter sua política de RH sempre atualizada, assim como o plano de cargos e salários. O investimento em cursos de capacitação, treinamentos e palestras também é essencial: uma empresa que oferece este tipo de benefícios tem mais habilidade na retenção do seu capital humano.

Política de benefícios

Ainda que a lei não contemple a obrigatoriedade de benefícios para os empregados – exceto o vale-transporte, com desconto de até 6% no salário; e refeição no local (para quem tem mais de 300 empregados), os benefícios são uma parte importante da composição do salário emocional.

Isso porque, ao analisar outras oportunidades de trabalho (ou avaliar sua carreira dentro da empresa), muitos empregados encontram nos benefícios um diferencial para permanecer no emprego atual. Diante disso, é importante contemplar outros benefícios ao planejar suas ações de RH. Plano de saúde, cesta básica, gratificações por desempenho e ações focadas na família do empregado são alguns destes benefícios.

Responsabilidade dividida, conquistas compartilhadas

Sua empresa tem metas? Os empregados as conhecem? Como trabalham para alcançá-las e como são reconhecidos por isso? Quando você compartilha os objetivos de negócios com seu quadro de colaboradores, o salário emocional também aumenta. Pessoas que se sentem parte de algo maior têm tendência a gostar mais do ambiente de trabalho.

Lembre-se que conquistas também devem ser compartilhadas! Sempre que a empresa bater uma meta ou se destacar em algum segmento, produto ou serviço, divida o momento com os empregados. Afinal, o capital humano é o que faz tudo dar certo.

Transparência no dia a dia

Equiparação salarial, contratações feitas sob o regime da CLT, avaliações regulares de desempenho. Se para você tudo isso faz parte do dia a dia de atividades, saiba que para os empregados estes são fatores essenciais, com participação direta no salário emocional. Para eles, poucas coisas são tão desmotivadoras quanto “descobrir” que alguém foi promovido ou ganha mais, mesmo ocupando o mesmo cargo.

Mais uma vez, lembre-se da importância de ter uma política de RH clara, compartilhada com todos os colaboradores. Quando eles têm acesso às informações – e entendem que as regras, direitos e deveres – valem para todos, a relação de trabalho é muito mais transparente.

Relações individualizadas

Quanto maior o quadro de colaboradores, maiores são os desafios da área de gestão de pessoas. São centenas de pessoas que dividem o mesmo espaço, a mesma rotina, buscam os mesmos resultados. Mas cada uma delas têm anseios e necessidades muito diferentes. Você tem ouvido seus empregados?

Além da rotina de avaliações de desempenho, é fundamental criar, desenvolver e manter canais de comunicação direta com os empregados. São ferramentas que encurtam caminhos, especialmente nas grandes empresas. Você pode investir em murais, informativos internos, circulares, eventos e utilizar a tecnologia para otimizar processos e solicitações dos empregados.

A Employer trabalha com soluções em tecnologia para o RH e algumas delas têm como ponto de destaque a facilidade de comunicação com os empregados. É o caso do Painel do RH. Assista e saiba mais sobre a solução!

Conheça outras soluções da Employer. Há mais de 30 anos no mercado de RH, a Employer combina inovação, tecnologia e amplo conhecimento sobre toda a legislação trabalhista. Tudo para levar aos negócios mais eficiência, transparência e valorização do capital humano.

 

Sobre o autor

Employer RH

Employer RH

Fundada em 1986, a Employer RH é reconhecida pela excelência na prestação de serviços de contratação, gestão, terceirização, administração de mão de obra temporária e de estágios.
É uma empresa de RH que desenvolve projetos de software e serviços online e na nuvem para este setor, como: folha de pagamento, benefícios ao trabalhador, ponto eletrônico, painel do RH, banco de currículos e gestão de cargos e salários.
A matriz localizada em Curitiba, conta com o apoio de mais de 30 filiais que atendem empresas de médio e grande porte de todas as regiões do Brasil.

Deixar comentário.

Share This